Posts Tagged ‘ caminhar ’

Aprender a só ser

Anúncios

O veiculo fantástico!

Qual seria esse?

O primeiro, levando em conta o aspecto das ordens e desordens, seria o caminhar. Um pé na frente do outro e se deslocar, transitar entre ares, árvores e pessoas. E agora?

As rodas… As duas rodas com força das pernas e vento no rosto é um transporte fantástico, que encanta os olhos e o coração. Lúdica, criativa, aventureira, a bicicleta confere a quem pedala, oportunidades de lidar com respeito socioecoambiental, tolerância às resistências e diferenças, seja por um vento contra ou pela violência do trânsito no mundo inteiro, possibilitando criar soluções pelo contato mais direto com o ambiente, que restaura nossa psique e espírito, e mais, e mais, e mais, e mais…

Veja uma parte do video-documentário O Veículo Fantástico, que mostras caminhos da bicicleta em Curitiba, políticas, engajamento, ações e mais, mostrando a bicicleta como um transporte bem viável.

Parte 1

Até outra…

O que quereres?

Queremos tantas coisas, ao mesmo tempo que não sabemos o que queremos. Os rumos vão sendo tomados, os corações pisados no caminho, e muito do que queremos vai sublimando.

Começando mais um ciclo, ano, 365 dias com perguntas como: O que quero? Estou seguindo o caminho certo, ou melhor? Será que preciso querer?

Uma coisa é certa. Somos peixes que fazem das guinadas um mix de oportunidades na vida. Algumas vezes o coração dói, nos centramos em nós, e esquecemos a sorte de estar vivo. Noutras, o coração é uma atômica cogumélica que irradia poesia para todos os lugares e se faz de todas as cores.

Vamos deixar os narizes apontar, ou vamos apontar nossos narizes, sem esquecer das outras partes?

Que cada dread seja um desejo

Que “tomemos a rédea” sabendo que a vida se encarrega de nos dar presentes.

Acaso e propósito estão juntos em nossas oportunidades.

Atenção

Criança

Criança mergulha em Iemanjá
ser-mar
Indo, ver o tempo diluir no morro
os reflexos das pessoas quando o sol vai
com céu de laranja, rosa, lilás e o que mais?
Voltar às origens, útero forte dentro de si e ter pureza.
Sem medo, apenas pisando as pedrinhas
sem certezas…
simplemente ser
cuidando dos outros
sem destruir o caminho traçado
traçando cuidado