Arquivo para dezembro \27\UTC 2011

A floresta chora sangue

A floresta Amazônica é dos brasileiros. É do Brasil. É!?

A floresta é do mundo, é de todos, mas “nós” estamos nessa demarcação e precisamos estar atentos à Terra! Essa ilha, a Pacha Mama, é os nossos pés e cabelo. A floresta derrubada, indundada não vale mais do que agora.

Quem ganha com Belo Monte? Para quem vai essa energia? Certamente, o foco não é só o seu microondas, ou recarregar o celular.

Indústrias… Tudo que não temos no Brasil, né?! O país cresce (é?) e precisa de energia.

O mundo clama por justiça biosócioecodiversa! Os engajamentos internacionais estão

Não à Belo Monte!

Mas não esqueçam… Feliz Natal…. Feliz ano novo… e por aí vai…

Feliz?

Lagoar

Vamo lagoar

ver a lua subir, voar

ser a luz do sol refletida

ser lagoa, mergulhar

nuvens passando, luz-lagoa

dormir na areia, corpo-terra

Bromélias em fulô

Cavalo-do-cão em flor

andando na areia

dunas acima

Cajú

mergulhar lagoa

LAGOAR

Mais um domingo no Parque

Fazer da rua a nossa casa.

Pois é, gente linda do mundão. Domingo último ocorreu mais uma grande confraternização no Parque de Capim Macio (Natal-RN). Foi o dia e a tarde e a noite do Brechó de Natal do Parque. Momentos maravilhosos que já se manifestavam dentro de quem vivencia o espaço antes mesmo de acontecer de fato.

Levamos nossas coisas, produtos, amores, espíritos, músicas, sorrisos e mais, como mais uma forma de viver um espaço de convivência diverso. Maravilhoso para compartilhar momentos mágicos de danças circulares e conhecer mais pessoas lindas em Natal.

O parque é de todos! A rua é de todos. Faça da rua a sua casa. Desfrutemos dos espaços abertos (praças, parques, praia, rua, por que não terrenos baldios com plantações, e mais), pois esses são nossos jardins e quintais.

O brechó ocorreu com muito primor, muito capricho e cuidado. Pessoas que amam a natureza da natureza estavam ali, trocando artefatos que não lhes eram mais úteis, vendendo artesanato, comida, livros, roupas, pedras e toda a sorte de lindezas de coração.

A quantidade de gente!! Não sei, mas acho que, no Parque, eu não lembro de ter visto. O aniversário de três anos foi lindo, e o Brechó tanto quanto.

Feliz por fazer parte e por dividir com todos!

“A terra é a mãe de todos nós

sagrada é a terra

a terra é a mãe de todos nós.”

Que venham as próximas festividades no Parque de Capim Macio, esse lugar que não está abandonado, mas amado e vivendo, pulsando…

Aula com Bauman

Esprírito natalino

Imagem

Mais? Depósito de tirinhas

O reino do Alumínio

Leia a matéria Indústria do alumínio: A floresta virada em pó

SoloS

17-18

Jampa – Natal

Ônibus

Baixa bateria

Olha o que a terra pode nos oferecer

Mais do que alumínio, com certeza