Posts Tagged ‘ surf ’

Alertar os caminhos

“And a great deal of adimiration
goes out to all those others travelers,
backpackers and surfers we met along the way.
Out there, on the go, seeing the world,
taking it all in.
Stay on track or off and enjoy the view.”

Anúncios

Lançar-se

Lançar no mar e ser onda,

Energia porta-vidas

subindo e descendo nas cristas

momentos de encantamento e sumiço

não ser

ser sem saber.

Cores que de onde?

Uma água salgada que pega fogo laranja

e refletindo o sol, o mar é quente.

Um arco baleno de todas as cores com nuvens,

uma sopa de vida corre em meu corpo

e eu deslizo.

Sentindo o vento e o cheiro salgados

sou sal, sol sal, sou água e fogo do astro

Sair?

Os pés cantando curvas, corpo no ar sem medo

de todas as direções por garantia.

Minhas barbatanas se reabrem e sou peixe.

Vida marinha que se desmancha

onda que bate na areia.

Mulher, ser frágil?

Uma das histórias mais loucas do mundo, incluindo o do surf, é a de Bethany Hamilton, uma fortaleza que foi atacada (2003) por um torpedo chamado tubarão, enquanto surfava com um amigo e uma amiga.

Além de ser linda, a força e tanquilidade que aparenta ter passado pelo episódio são muito encantadoras.

Acho que esse é mais um exemplo que nada vem por acaso em nossas vidas, no momento apropriado e com o peso que podemos carregar. Em alguns momentos não é fácil, mas só precisamos abrir os olhos.

Mulheres são seres magníficos, de sensibilidade a poder… Demais

LINDAS

Surfista

Duke Kahanamoku

De pé na frágil tábua
onda a onda ele escrevia
poesia sobre a água.
Era uma escrita tão una
de tão perfeita harmonia
que o que ficava na espuma
não se podia apagar:
era a própria grafia
do poema do mar.

Autor: Manuel Alegre

Soul Surf’art

Final part of Glass Love, a film by Andrew Kidman